Terreno

Encontrando o terreno…

sonhando
Oi pessoal!
Primeiramente muuuito obrigada pelas visitas e comentários. Estou adorando compartilhar os primeiros momentos da minha jornada.
Hoje vou escrever sobre “a busca pelo terreno ideal”. O texto está um pouquinho grande, mas não consegui reduzir! Espero que não se importem hehe..
Para começo de conversa, não sabíamos direito por onde começar.
Fomos pelo caminho tradicional que é site das imobiliárias mas não fomos muito bem sucedidos. A maioria dos sites não fornecia um mecanismo de pesquisa muito eficiente, e não era muito simples encontrar terrenos que estivessem em condomínios, além do fato de a oferta para esse tipo específico não ser tão farta quanto a de apartamentos.
Então conversando com uma amiga e da nossa vontade de comprar um terreno, ficamos sabendo da existência de um loteamento novo na cidade que tem acesso controlado, e dentro dele estão sendo construídos 2 condomínios fechados. O cenário era perfeito! Como sempre me preocupei muito com segurança esta opção apresentava segurança em dobro.
Entramos em contato com a imobiliária que estava vendendo o empreendimento e nem preciso falar que eu, ansiosa MASTER, antes mesmo de conhecer pessoalmente já estava com o projeto da casa todinho montado na minha imaginação. Já estava me vendo andando pela casa, abrindo as janelas numa manhã ensolarada de sábado com um lindo café na mesa (tipo novela da Globo haha).
Já tinha até o planejamento  financeiro todo em mente, só faltava conhecer o local e escolher o lote desejado dentre as opções que recebi no material de divulgação.
Em uma manhã de sábado fomos visitar o condomínio, e aí aconteceu a decepção.
O local era muuuito mais longe do que imaginávamos… e se já achamos longe em um sábado de manhã imagina durante a semana, no horário de pico da ida/volta pro trabalho? Nos dias úteis perderíamos uns 40 minutos de deslocamento para trabalhar…
Fora isso, não existia muita infraestrutura perto do local, além de estar localizado em uma zona da cidade que nunca me agradou.
Outro fator que nos decepcionou foi que os terrenos eram realmente pequenos.
É complicado pois analisando a planta do empreendimento, em um rápido cálculo mental o espaço parecia suficiente, mas ao vivo a situação era bem diferente.
Por sorte conseguimos entrar na única casa que estava sendo construída e era realmente pequena, além de, devido aos recuos obrigatórios, não sobrar praticamente nada de espaço para um pátio nos fundos que sempre foi um dos nossos principais motivos por optar por uma casa.
Claro que as medidas estavam nos materiais que recebemos, mas eu realmente não tinha noção de tamanho e só ao vivo pude ver o quão pequeno era.
Essa foi a nossa primeira decepção dessa longa empreitada.
Meu marido e eu percebemos neste momento que precisávamos manter os pés no chão. Claro que sonhar faz parte do processo, mas precisávamos manter a calma e a empolgação antes de ver se a oportunidade era mesmo promissora, para evitar maiores decepções.
Resolvemos não desanimar e começamos a enviar e-mails para várias imobiliárias perguntando sobre terrenos nas características desejadas. Afinal seria impossível não encontrarmos nada do jeito que gostaríamos aqui na nossa cidade.
Recebemos várias opções, mas a maioria dela eram em lugares muito distantes. Como moramos em uma capital sabíamos desde o primeiro momento que optando por morar em uma casa estaríamos abrindo mão de morar em uma região mais central, mas essa distância não poderia comprometer nossa qualidade de vida.
Até que numa conversa descobrimos um condomínio com a localização perfeita para nós. Em uma região muito calma,  com muita natureza e muito perto do nosso trabalho. Um perfeito refúgio no meio de uma cidade grande. Lá fui eu me empolgando novamente!
Para melhorar, encontramos vários lotes disponíveis, em diversas imobiliárias aqui da nossa cidade.
Um corretor nos levou lá para conhecer, e diferentemente do outro empreendimento, eu me apaixonei no instante em que pisei lá. Tudo muito calmo, muita área verde, condomínio sem muitos moradores, perfeito!
Porém os lotes oferecidos pelo corretor possuíam alguns problemas, como muitas árvores, posição solar pouco favorável…
Voltamos para casa obcecados em encontrar outros lotes a venda. Alguns não estavam mais com a imobiliária “oficial” mas já estavam sendo revendidos por outros proprietários.
O mundo é muito pequeno, e descobrimos que um amigo do meu marido conhecia o síndico do condomínio.
Com isso conseguimos o contato de uma proprietária que estava vendendo um lote muito bem localizado, com ótima posição solar. E o melhor foi que conseguimos negociar diretamente com ela. Além disso conseguimos trocar ideias com alguns moradores  e foi ótimo para conhecermos melhor o local, e pegarmos dicas. Um vizinho inclusive nos deixou entrar na casa dele, nas fases finais da construção para termos noção do que dava para fazer no espaço.
Voltamos lá muita vezes, para espiar por fora do condomínio já que a segurança é bem rígida e não estávamos. Íamos, olhávamos, sonhávamos…
Depois de muuuuita negociação com a proprietária finalmente fechamos negócio. E assim achamos o lugar mais perfeito do mundo para nós!
Eu inclusive tinha a sensação que aquele lugarzinho já estava reservado para nós, pois tudo deu muito certo.
Podemos dizer que apesar da super decepção inicial e das tantas opções que não nos serviram, encontramos bem rápido o  terreno dos nossos sonhos.
Gastamos muito tempo com pesquisas da internet, troca de emails com corretores, mas precisamos fazer apenas 2 visitas para encontrarmos o nosso lugar ideal.
Acredito que escolher um terreno seja mais fácil, não é tão difícil quanto um apartamento ou casa pronta, que você precisa analisar o tamanho de cada cômodo.
Ou será que tivemos sorte? Com vocês foi fácil também?
Como rapamos o cofrinho de economias, estamos tentando restabelecer as finanças para darmos segmento na obra. Enquanto isso sigo ansiosa!!!
cofrinho
Enche logo cofrinho!!
Um beijão!
Anúncios

10 comentários em “Encontrando o terreno…

  1. Olá Vizinha!
    Que drama né? O pior é você idealizar e na realidade chegar no lugar e ver que tudo é muito diferente e sentir aquela frustração de que todo esforço foi inútil e ter que recomeçar do zero para achar outro lote….mas ainda bem que os contatos foram favoráveis e você pode negociar facilmente o lote que vocês se gostaram.
    É uma jornada de frustração e euforia que se repete muitas vezes, desde o terreno passando pelo arquiteto/projeto até a compra dos acabamentos. Aff
    O importante é sempre manter os pés no chão com paciência como você disse que sempre encontramos o que queremos. Sempre dá!

    Sucesso e bons negócios rumo a casa nova!

    Curtir

    1. Concordo muito Alan… acho que transitar da euforia a decepção irá acontecer até mesmo nas fases finais da obra.
      Eu acabo me deslumbrando com tudo, quando vejo algo que gosto acho que tem que ser aquilo de qualquer jeito… quando não dá certo e fico chateada prefiro pensar de que se não deu certo é por que vou encontrar algo muito melhor mais para frente, e vou ficar satisfeita por não ter dado certo a primeira opção.
      E normalmente é o que acontece! hehe
      😀

      Curtido por 1 pessoa

  2. Oi Bibi, comigo também foi uma pequena saga, primeiro foi olhar apartamentos e casas prontas, depois que decidimos pela construção comecei olhar os terrenos, mas eu estava sozinha em uma cidade nova e essa é uma decisão que tem que ser tomada em família né?
    Então, fui em alguns que gostei muito, mas era distante e ainda sem muitas moradias e como meus meninos ficam por alguns instantes sozinhos em casa eu não quis arriscar, então continuei a minha busca até encontrar um loteamento bem localizado entre os dois campos das principais faculdades da cidade e em frente do futuro shopping e próximo ao centro, mas já tinha dois anos que tinha sido lançado e não tinha mais lotes disponíveis porém, como no seu caso andei por lá e vi algumas placas e anúncios de venda de lotes, peguei uns números liguei, mas o que eu mais gostei que era na posição ideal e não tinha arvores e já tinha vizinho em uma das laterais, na primeira rua residencial do loteamento, esse não consegui falar com o proprietário, nesse período meu esposo veio para andar comigo para decidirmos a compra. No dia que já estávamos quase fechamos um lote, aquele que eu tinha gostado da primeira rua, me ligou pediu dois mil a mais que o lote eu estava negociando, fiquei tentada mais, endureci e ofereci o mesmo valor do outro e ele aceitou!!!!(Graças a Deus). como meu esposo estava aqui na cidade aproveitamos a oportunidade e compramos no mesmo dia. Para mim não foi assim tão fácil e rápido quanto para você, mas também foi tudo encaminhado por Deus para nós.
    Amei quando você fala que mesmo antes de ir no lote já estava com tudo pronto na sua imaginação, até andando pelos cômodos, com a mesa arrumada(tipo novela da Globo); sabe porque? É bem assim que eu me sinto! Minha casa ainda está longe de acabar, porém, eu já vejo tudo pronto, bem assim mesmo como você fala.rsrsrs.
    Estarei sempre por aqui torcendo e trocando figurinhas!
    Bjs!

    http://tedescoegomes.blogspot.com.br/

    Curtir

    1. Débora querida… a jornada sempre é longa não é? hehe
      E tu tens razão quando comentou a respeito da localização com relação aos teus filhos ficarem sozinhos em casa. É muito importante considerar tudo isso mesmo, senão depois viraria em transtorno…
      Ahh tenho imaginação fértil, fico imaginando toda minha rotina na casa nova, me sinto praticamente uma Helena do Manoel Carlos! (pouco noveleira né? hehe)
      Estou louca para fazermos o projeto para que minha imaginação fique mais concreta, pois não sei se a casa que tenho hoje em mente irá caber no meu terreninho! hehehe
      Mas não vejo a hora de abrir a janela de manhã e dar de cara com um lindo morro verde, cheio de arvores que fica atrás do condomínio!
      Quando der vou tirar uma foto da minha “futura vista” para mostrar! hehehe
      Beijão!!

      Curtido por 1 pessoa

  3. Olá vizinha…..

    Que legal, que conseguiram achar o local dos sonhos de vocês, apesar dos percalços no caminho,mas fazem parte…
    E o melhor de tudo,perto do trabalho de vocês,isso é muito importante para uma qualidade de vida boa! 😀

    Rindo aqui com a cena da novela que você imaginou….rsrs(mas é bom demais poder sonhar e planejar tudo não éh não?!)

    Agora fiquei muito curiosa pra ver a planta da casa?!

    Posta tudo aqui pra nós…

    Beijos,Fe!
    http://contruindo-minha-casa-dos-sonhos.blogspot.com.br/2016/01/pelicula-e-pe-direito.html

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Fe!
      Obrigada pela visita!!
      Sim é ótimo poder sonhar, e eu atualmente só estou na fase do sonho! hehe
      Tentei ganhar na mega da virada, mas não deu! Vou ter que sonhar mais um pouco até ver tudo tomando forma! hehe
      Não postei a planta pois ainda não temos… 😦
      Estamos em processo de orçar projetos com arquitetos e engenheiros, espero que na próxima semana tenhamos batido o martelo, e até março já ter um projeto preliminar para meu sonho começar a tomar forma! hehe

      Beijos!!!

      Curtir

      1. Agora lembrei dessa fase de orçar com engenheiro e arquiteto. O engenheiro queria fazer o que ele queria e o que era rápido e fácil e nada do que eu pedia era bom :/

        Já a arquiteta entrou no meu sonho e não fez objeção a nada…tudo estava bom e tudo era possível fazer, então aprendi uma coisa: engenheiro quer deixar a casa de pé e o arquiteto quer deixar a casa bonita. https://construindoumsobrado.wordpress.com/

        Curtir

  4. Olá Bibi!

    Vim retribuir sua visita e conhecer um poquinho mais de você!

    Lendo seu relato,me lembrei da minha busca ao terreno dos sonhos rsrs.
    Quando me casei,logo de início quis comprar um terreno, mais como estávamos saindo do sufoco de casamento, festa, móveis e tudo mais… Meu marido ficou meio apreensivo, e como os loteamentos que inauguravam era sempre tão distante do centro da cidade ele nunca se atraía nem para ver…
    Então num belo dia eu trabalhando,pego um folder de um loteamento novo e era tudo e que eu queria…
    Um local calma e tranquilo, a cinco minutos do centro da cidade!Ligo logo para o corretor e já agendo uma visita, quase arrasto meu marido para o local rsrs.Chegando lá… Graças a Deus ele nos resistiu, tudo do jeitinho que queríamos!

    Fechamos negócio na hora,pois a procura pelo local estava super disputada…
    E agora estamos dando um passo a mais um sonho nossa construção!

    Flor vou te seguir,pois quero está aqui para acompanhar tudinho…venha fazer parte do meu cantinho também!Bjinhos

    Curtir

    1. Oi Kelly!
      Pois é, eu acho que sempre o que é nosso está reservado né? ehehe
      Quando vimos nosso terreno eu tinha certeza que era ele.. parece qu tudo se encaixa como uma luva!
      Vou acompanhar tua trajetória tb!
      Beijão!!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s